Celular é principal ferramenta para tomada de decisões na hora de viajar

 29/09/2018  |  Postado por: Redação Visite o Brasil
Aeroporto internacional de Nagoia - Japão
Aeroporto internacional de Nagoia - Japão

'Posso pesquisar destinos, escolher minha viagem, buscar opiniões e experiências com amigos e influencers, comprar minha passagem, viajar, voltar e incentivar, também pela internet, outras pessoas a fazerem o mesmo', exemplificou Renata.

Ter todas as informações para qualquer coisa na palma da mão é uma realidade, e isso vale especialmente para o consumidor de viagens. O celular ocupa um lugar que já foi do rádio, da televisão e até do computador e agora é chamado de 'primeira tela': cumpre função de principal influenciador na tomada de decisões até na hora de escolher a próxima viagem. O assunto, totalmente conectado ao tema do Dia Mundial do Turismo - 'Transformação Digital' -, comemorado nesta quinta-feira (27), foi o foco da palestra de Renata Cerqueira, gerente da indústria de Viagens do Facebook, na 46ª ABAV Expo Internacional de Turismo.

De acordo com Renata, dos 127 milhões de usuários do Facebook, 122 milhões usam a plataforma pelo celular. Desses, cerca de 22% navegam pelo celular para concluir viagens. “Antes, nossa fonte era a TV e, se quiséssemos viajar, íamos a uma agência física. Hoje não é preciso. Posso pesquisar destinos, escolher minha viagem, buscar opiniões e experiências com amigos e influencers, comprar minha passagem, viajar, voltar e incentivar, também pela internet, outras pessoas a fazerem o mesmo”, exemplificou.

De acordo com Renata, o mercado precisa se perguntar como divulgar informações para cativar esse público na internet, já que esse internauta costuma consumir, em média, três horas diárias de conteúdo online. Entre as recomendações da expert do setor para alcançar esse objetivo, estão a construção de uma marca consolidada no ambiente digital, o monitoramento de resultados, e, principalmente, o investimento na produção de vídeos para adquirir consumidores fiéis. “Não existe regra para a criatividade. Vídeos caseiros também cativam o público e já foi comprovado que eles têm 5 vezes mais engajamento nas redes. Ou seja, não investir em vídeos é o mesmo que estar atrás de todo mundo”, pontuou.

Mtur
Edição: Vanessa Sampaio

 

Por: Redação Visite o Brasil
Salvador / BA
TAGS:  ,  
VER TODAS NOTICÍAS
NOTICÍAS
Publicidade