Brasil estuda visto único para cruzeiristas de Brasil e Argentina

 05/05/2019  |  Postado por: Redação Visite o Brasil
Foto: Roberto Castro-MTur
Foto: Roberto Castro-MTur

Turismo e Relações Exteriores estudam uma nova forma para que os dois países validem mutuamente os vistos para os turistas internacionais embarcados em navios. 'Assim, tanto a costa brasileira quanto a argentina, e também nossos rios em comum, poderão receber um número maior de viajantes'.

Os ministros do Turismo e das Relações Exteriores, Marcelo Álvaro Antônio e Ernesto Araújo, se reuniram nesta quinta-feira (02) no Palácio do Itamaraty, em Brasília (DF), para tratar de assuntos como a otimização de vistos entre Brasil e a Argentina para turistas de países longínquos, especialmente a China. A ideia é que uma mesma autorização seja válida nos dois países. “Esse é considerado passo fundamental para o sucesso da rota das Missões Jesuíticas, o primeiro produto turístico oficial do Mercosul. A rota integrará 30 povos das Missões — sendo sete deles no Rio Grande do Sul”, disse Marcelo Álvaro Antônio.

O chanceler Araújo sugeriu trazer o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, para participar da discussão sobre o tema em conjunto com a Polícia Federal, que responde pelo controle de fronteira.

Entre os principais países beneficiados com a medida estaria a China, maior parceiro comercial do Brasil e maior emissor de turistas do mundo. Cerca de 140 milhões de chineses viajam pelo mundo anualmente e a meta do Brasil é aproximar-se deste mercado. “O Brasil hoje recebe hoje pouco mais de 60 mil turistas chineses por ano e queremos superar os 90 mil até 2022”, disse o titular do Turismo.

O ministro das Relações Exteriores destacou que ainda neste ano haverá a instalação de mais 12 Visa-Centers na China, passando dos atuais 3 para 15. Esses espaços são como “consulados terceirizados”, com pessoal altamente especializado, que fazem a intermediação entre o turista e o governo brasileiro. A iniciativa já é utilizada com sucesso por países da Europa, como Grã-Bretanha e Holanda.

“Ao quadruplicar os pontos para concessão de vistos, facilitamos a atração de turistas chineses. Lembrando que eles são, atualmente, os que mais gastam quando visitam o Brasil: em média, 88 dólares por dia, acima da média geral dos demais turistas estrangeiros, que é de 55 dólares”, avaliou o ministro Marcelo.

Os cruzeiros marítimos e fluviais também entraram na pauta do dia e poderão ganhar um grande impulso a partir do compartilhamento de vistos dos turistas que venham para o Brasil ou para a Argentina. Turismo e Relações Exteriores estudam uma nova forma para que os dois países validem mutuamente os vistos para os turistas internacionais embarcados em navios. “Assim, tanto a costa brasileira quanto a argentina, e também nossos rios em comum, poderão receber um número maior de viajantes, sem que se enfrente uma burocracia imensa para gerar renda e emprego para os países”, concluiu Álvaro Antônio.

 

Mtur

Por: Redação Visite o Brasil
Salvador / BA
TAGS:  ,  
VER TODAS NOTICÍAS
NOTICÍAS
Publicidade