Após reforma a Catedral Basílica de Salvador reabre suas portas

 15/09/2018  |  Postado por: Redação Visite o Brasil
Catedral Basílica de Salvador - Foto: Mário Vitor Bastos/IPHAN
Catedral Basílica de Salvador - Foto: Mário Vitor Bastos/IPHAN

No final das contas, foram restaurados os 13 altares, pinturas em telas, painéis de azulejos, o forro sob o coro, o piso e a fachada. Até as lápides que guardam as sepulturas de gente importante como Mem de Sá - terceiro governador-geral do Brasil -, de 1573, ficaram brilhando.

 

Demorou um pouco, mas aí está. Da fachada em pedras de lioz - encontradas apenas em Portugal - ao altar-mor, o quarto templo religioso a ser construído na Bahia, no século XVII, está novíssimo, praticamente do jeito original. E o que são três anos e oito meses perto dos 18 anos que o templo levou para ser construído?

No período da reforma, a nave da igreja virou um imenso ateliê de restauro. “Uma obra muito organizada, quase uma linha de produção. Estudantes e pesquisadores vieram aqui acompanhar. Estamos muito satisfeitos”, afirmou o superintendente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) na Bahia, Bruno Tavares. Os 18 meses iniciais de previsão para finalização da obra se tornaram 44. 

O que seria apenas a reforma dos altares teve de ser ampliada. “Em uma obra como essa, sempre se encontram surpresas boas e ruins”, disse Bruno. Tanto que o projeto ganhou muito mais volume. A própria restauração da fachada se tornou necessária por conta da infiltração que poderia voltar a degradar os painéis de azulejo e o forro. “Por isso, foi feita a vedação e consolidação da fachada e das torres. Um trabalho muito complicado”, afirma Bruno.

No final das contas, foram restaurados os 13 altares, pinturas em telas, painéis de azulejos, o forro sob o coro, o piso e a fachada. Até as lápides que guardam as sepulturas de gente importante como Mem de Sá - terceiro governador-geral do Brasil -, de 1573, ficaram brilhando.


Catedral Basílica de Salvador (BA) foi reaberta nessa sexta-feira 14-09 revelando aos turistas uma preciosidade histórica no Largo Terreiro de Jesus, coração do Pelourinho, que é patrimônio cultural mundial. A catedral é um dos primeiros e mais importantes templos brasileiros, construída pelos jesuítas entre 1652 e 1672. O monumento do século XVII abriga telas de diversos autores seiscentistas, móveis em jacarandá e objetos sacros em ouro e prata. Além de voltar a fazer parte do dia-a-dia da fé baiana, a igreja reabre para visitação turística com suas 13 capelas e imagens sacras renovadas.

Do lado de fora da catedral, destacam-se ainda o átrio e a fachada principal em cantaria e suas torres revestidas de azulejos. A obra de restauro revelou tesouros escondidos, como uma escadaria sob o altar que levava a uma catacumba. O turista também poderá ver pintura originais que estavam escondidas e revelam imagens de santos. Trinta bustos de virgens e mártires também retornaram do museu de Arte Sacra para a igreja. A renovação da Basílica de Salvador conta com modernos equipamentos de sonorização, iluminação e sistema de prevenção e combate a incêndio.

Mtur e Correio 24hs

Por: Redação Visite o Brasil
Salvador / BA
TAGS:  ,  
VER TODAS NOTICÍAS
NOTICÍAS
Publicidade