História de Tocantinópolis
Praia da Santa - Foto : CesarxBarros (Licença-cc-by-sa-3.0)
Praia da Santa - Foto : CesarxBarros (Licença-cc-by-sa-3.0)

No ano de 1818, tendo partido de Pastos Bons (MA) uma bandeira com intuito de conquistar índios, dois de seus componentes, Antonio Faustino e Venâncio, que se dedicavam a lavoura, dela se desligaram, e, com suas famílias, fixaram residência à margem esquerda do Tocantins, a que, dada a sua altitude deram o nome de Boa Vista. Era uma região fertilíssima e possuidora de imensa quantidade de madeiras para construções, magníficos babaçuais e riquíssimas pastagens. Espalhada a notícia da fertilidade desse lugar, para ali foram quase todos os habitantes de Carolina (povoação fundada pelo bandeirante Antonio Moreira, localizada a uns 18 quilômetros de Boa Vista) tendo à frente D. Polônia com toda sua família, onde cada construiu sua própria casa em disposição de rua.

Nessa mesma época para ali também se dirigiu Frei Francisco que viera catequizar os índios Apinajés, habitantes de uma aldeia próxima a Boa Vista. Encontrando estes moradores próximos à aldeia, e vendo que eles mantinham boas relações com os índios, ali se fixou e construiu uma capela, pedra fundamental da futura cidade. Em 1897, fixou residência neste povoado o Padre João Lima que, por seus feitos se tornou tradicional. Não era ele somente o vigário que guiava o povo no que diz respeito à religião; mantinha também a população de tal modo fanatizada, que somente sua opinião deveria ser executada.

Chegou ainda esse Padre a promover três revoluções, das quais a principal foi a última, no ano de 1936. Foi eleito nesse ano Manoel Gomes da Cunha. O padre João Lima por ser seu adversário político retirou-se para o interior do município onde organizou uma turma com duzentos homens armados, inclusive indígenas, e a dez de maio de 1936 entrou na cidade tomando a prefeitura após ter posto a correr todos os funcionários dessa repartição. A fama do padre João Lima ficou gravada no hino patriótico do município que chama esse lugar de 'Terra do Padre João'. Com a valorização da amêndoa de babaçu, para ali imigraram muitas e muitas maranhenses, piauienses e cearenses, o que contribuiu para o progresso da cidade.

Fonte: Ascom Prefeitura de Tocantinópolis

Conheça mais sobre Tocantinópolis
Destinos Tocantins
Publicidade