Ambiente Ecoturismo

Parque Chandless (Pq de ecoturismo do Acre) Foto: Diego Gurgel - Secom
Parque Chandless (Pq de ecoturismo do Acre) Foto: Diego Gurgel - Secom

 O Acre é a terra de Chico Mendes e dos povos da floresta, rico em biodiversidade tem na densa floresta tropical que recobre a maior parte de seu território o principal atrativo para o ecoturismo. Rico em biodiversidade, há gerações extraem dos seringais e castanhas dos vales do rio Juruá e do Rio Acre o sustento para suas famílias. É essa diversidade cultural e natural, harmonicamente enlaçadas, que se oferece aos visitantes.

O Acre definiu dois pólos ecoturísticos: o Vale do Acre, na parte meridional do estado, e o Vale do Juruá, ao norte. O pólo Vale do Acre abrange a capital Rio Branco e os municípios de Porto Acre, Plácido de Castro, Assis Brasil, Brasiléia, Epitaciolândia, Bujari e Xapuri. Região mais povoada do estado, o Vale do Acre detém vários atrativos para os visitantes, com destaque para os seringais nativos próximos de Xapuri, como a Reserva Extrativista Chico Mendes e os seringais Pimenteira e Cachoeira, onde o ritmo da vida na floresta e o cotidiano dos seringueiros podem ser vivenciados pelos visitantes.

Cidade histórica, distante 188 km da capital, Xapuri foi o primeiro povoado acreano e palco da revolução que resultou na incorporação deste pedaço de floresta ao Brasil, no início do século 20. Por ter sediado eventos importantes relacionados à luta de Chico Mendes, a cidade tem sítios históricos muito visitados, como a casa onde o líder seringueiro foi morto, em 1988. O Vale do Acre tem ainda atrativos como o Casarão onde morou Plácido de Castro, herói da Revolução Acreana, no Seringal Bom Destino, município de Porto Acre, e o projeto de preservação do tracajá, no município de Plácido de Castro.

O Pólo Ecoturístico Vale do Juruá abrange os municípios de Cruzeiro do Sul, Mâncio Lima, Rodrigues Alves, Porto Walter e Marechal Thaumaturgo e é apontado por especialista como uma das regiões com maior biodiversidade da Amazônia. Seus maiores atrativos são o Parque Nacional da Serra do Divisor, localizado na fronteira com o Peru, e as terras habitadas pelos índios Ashaninka. A diversidade de manifestações culturais, como o rico artesanato indígena e as festas regionais, incluindo o Santo Daime, completam os atrativos ecoturísticos do Acre.

Parque Chandless (Pq de ecoturismo do Acre) Foto: Diego Gurgel - Secom
Parque Chandless (Pq de ecoturismo do Acre) Foto: Diego Gurgel - Secom
 Veja também
O projeto Abril Indígena ganha um apoio de peso. Coordenado pela Universidade Federal do Acre (Ufac), a divulgação da cultura indígena agora conta com a parceria da Coordenação de Educação para os...Saiba mais
Destinos Acre
Publicidade