Principais Pontos de Mergulho

Mergulho no Ceará - Foto: Marcos Davis
Mergulho no Ceará - Foto: Marcos Davis

O Parque Estadual Pedra da Risca do Meio, foi idealizado pela Fundação Netuno, em parceria como Projeto Netuno e criado por meio da Lei nº 12.717 de 05 de setembro de 1997. O intuito é proteger a área de reprodução e alimentação da vida marinha e as espécies ameaçadas de extinção, resgatar a pesca artesanal realizada  pelos jangadeiros, estudar e desenvolver programas para a pesca de forma sustentável, e incrementar o turismo subaquático.

Cajueiro e Farinhada     
Cajueiro, possui diversos cabeços de pedras, dispersas a uma profundidade em torno dos 34m, onde habitam diversos cardumes de peixes de passagem, com atuns. O local possui uma biodiversidade muito grande. Farinhada é uma pedra com 800m² de área. São vistos lagostas, moréias, polvos, bijupirás, meros, dentre vários outros tipos. A profundidade chega aos 34m.

Canal das Arabaianas     
Um dos mais belos mergulhos no Ceará, saindo de Fortaleza, leva-se em média 2:30h até o local. Com profundidade média de 33 aos 36m e excelente visibilidade de mais de 20 metros, a biodiversidade é espantosa, são encontradas diversas esponjas com 1m de altura e pequenas cavernas. Cardumes de peixes variados, corais, arraias, dentões, peixes de passagens e muitas outras espécies, inclusive meros, são encontrados facilmente e até barracudas que nadam em toda a coluna d'água. GPS fornecido por Luciano Moreira: 03º 32,730' S / 38º 16,160' W

Canal do Uruaú     
O embarque é feito pela praia de Uruaú a 130 Km de Fortaleza, levando-se 3h de barco até o local. É uma pedra muito alta com muitos peixes, barracudas, pampos, enormes e arraias.

Cabeço do Arrastado     
Cabeço do Arrastado é uma pedra baixa, mas comprida (300m). Possui muita vida marinha ativa com vários tipos diferentes de peixes. A profundidade vai até os 22m e visibilidade em torno dos 15 metros.

Pedra do Mar     
Este ponto de mergulho está dentro dos limites do Parque Estadual Marinho. Área onde se encontra muitas moréias, lagostas, budiões e peixes ornamentais. A profundidade chega aos 22m e a visibilidade em torno de 15 à 20m. É comum serem vistos tubarões-lixa.

Pedra Nova     
É o melhor lugar para 'Batismo', pois a profundidade gira em torno dos 16 aos 19m, com diversas pedras, esponjas, budiões, moréias, baiacús, dentre outros. A pedra é coberta de pequenos cardumes de pequenos peixes, além de moradia de tartarugas. Há uma grande tartaruga que normalmente é a alegria dos mergulhadores. A visibilidade média de 15m.

Pedra da Botija     
Formada por um grupo de pedras que se espalham sobre o fundo arenoso, o local apresenta diferentes espécies de peixes comestíveis e grande número de peixes trombeta, arraias e peixes-anjo. A profundidade varia entre 23 e 26m e a visibilidade gira em torno dos 15 metros.

Pedra da Risca do Meio
Também conhecida como Pedra do Urubú, Pedra da Risca do Meio deu nome ao Parque Marinho, que conta com profundidades variando entre 22 e  28m, é uma pedra com uma grande fenda, com uma biodiversidade local impressionante, onde normalmente são vistos frades, peixes-anjo, tartarugas, peixes-trombeta, baiacús, esponjas, além de diversos outros tipos.
GPS fornecido por Luciano Moreira: 03º 34,138' S / 038º 24,460' W

Risca do Aquiraz     
Neste ponto encontramos pedras altas e angulares sobre uma área de mais de 2 km2. A vida marinha é exuberante com rica biodiversidade. A profundidade é, em média, de 25m e a temperatura da água é estável de 27ºC, aproximadamente, o ano inteiro. Leva-se em média 2:30h de navegação e visibilidade média em torno dos 18m.

 

Mergulho no Ceará - Foto: Marcos Davis
Mergulho no Ceará - Foto: Marcos Davis
 Veja também
São áreas verdes, bosques, quadras esportivas, anfiteatro, lanchonetes, inclusive um imenso mangue, com sua flora e fauna característica. Sempre se realizam grandes eventos e shows ao ar livre. Trilha...Saiba mais
Destinos Ceará
Publicidade