Minas à Vitória em trens de luxo com duração de 13 horas ficou ainda mais prazeroso

 15/04/2017  |  Postado por: Ramon Andrade
Trem da Vale - Foto: Divulgação
Trem da Vale - Foto: Divulgação

Recentemente foi inaugurado novos e modernos carros de passageiros com infraestrutura e tecnologia que garantem mais conforto aos usuários. Agora, os vagões têm ar-condicionado e tratamento acústico em todas as classes (executiva e econômica.

A Estrada de Ferro Vitória a Minas (EFVM), da Vale, opera diariamente o único trem de passageiros no Brasil, ligando Vitória, no Espírito Santo, e Belo Horizonte, em Minas. Desde 1907, ainda em funcionamento, o serviço incentiva o turismo e transporta em torno de mais de um milhão de passageiros anualmente com total segurança e conforto. Durante o percursso, vislumbra-se belas paisagens e passa por pontos históricos, à exemplo das cidades coloniais às margens do Rio Piracicaba e do Rio Doce, em Minas, até chegar ao litoral capixaba.

Recentemente foi inaugurado novos e modernos carros de passageiros com infraestrutura e tecnologia que garantem mais conforto aos usuários. Agora, não há mais janelas, os vagões são 100% vedados, têm ar-condicionado e tratamento acústico em todas as classes (executiva e econômica.

Os investimentos da Vale para a aquisição dos vagões custaram US$ 80 milhões, pelo qual Foram aquisitados 56 novos carros, distribuidos em 10 de classe executiva, 30 de classe econômica, além de carros restaurante, lanchonete, gerador e vagão exclusivo para portadores de necessidades especiais – cadeirante e pessoas com dificuldade de locomoção.

Os trens possuem serviço de bordo em todos os ambientes, destacando-se que as cadeiras agrega mesinhas e tomada para o uso de computador como também, recarga para aparelhos móveis (celular, noteboock e tablets). O Trem conta com internet wi-fi e conteúdo de entretenimento gratuitos. Ao abrir o ambiente virtual, o passageiro acessa um espaço personalizado extremamente agradável, com filmes e shows de sua preferência.

Foram instalados em cada vagão, 08 aparelhos de tv de led, inclusive na classe econômica. A Vale está estudando que tipo de filme exibirá nas viagens e planeja implantar um sistema de tevê ao vivo. Na classe econômica cada vagão tem duas fileiras de assentos, totalizando 70. No antigo são 75 lugares em cada vagão.

As poltronas não inclinam, mas em compensação o espaço é confortavelmente agradável. Os bagageiros das duas classes são de vidro transparente e você não precisa levantar para saber se a sua bagagem não foi levada por outra pessoa ou se está bem acomodada para não corrrer o risco de cair durante a viagem. Há também inúmeras tomadas, instaladas em cada assento.

Classe executiva

Na classe executiva os vagões terão uma fileira com uma poltrona individual e uma outra com dois assentos, totalizando 57. Antes cada carro levava 75. As poltronas são mais confortáveis, com bom grau ede inclinação, amplo espaço de uma para outra. Uma redinha para você gaurdar suas coisas durante a viagem também foi instalada.

Um painel na lateral instalado no braço da poltrona tem dispositivo para fone de ouvido e controle da iluminação. A outra novidade são as tomadas disponíveis em cada assento. Nas classe executiva e econômica foram instaladas mesinhas atrás de cada poltrona para você fazer suas refeições. A Vale não vai fornecer fone de ouvido.

Por: Ramon Andrade
Salvador / BA
Diretor Geral do Visite o Brasil.
TAGS:  ,  
Trem da Vale do Rio Doce (Espaço interno) - Foto: Divulgação
Trem da Vale do Rio Doce (Espaço interno- Ececutivo) - Foto: Divulgação
Trem da Vale do Rio Doce (Espaço interno) - Foto: Divulgação
Trem da Vale do Rio Doce - Foto: Divulgação
VER TODAS NOTICÍAS
NOTICÍAS
Publicidade